Imprensa

Prefeitura do Ipojuca entrega reestruturação de lojas de artesanato

Lojas ficam no Espaço Artur Maroja, em Porto de Galinhas.

Ramos Júnior,
Espaço de Artesanato Artur Maroja fica na rua Beijupirá (Foto: Marly Ribeiro/Secom)

 As lojas de artesanato localizadas na praia de Porto de Galinhas, em Ipojuca, destruídas no mês de março do ano passado devido à investida criminosa contra duas agências bancárias no local, foram reconstruídas pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Municipais (Seinfra). A obra de reconstrução dos oito boxes incendiados foi entregue na manhã desta sexta-feira (12) e contou com a presença da prefeita Célia Sales, de sua vice, Patrícia de Leno, do secretário de governo, Romero Sales, da secretária de infraestrutura, Giuliana Cavalcanti, do secretário de meio ambiente e controle urbano, Erivelto Lacerda, além de outras autoridades políticas municipais.

 A solenidade de entrega dos boxes foi abrilhantada pelo Trio pé-de-serra Maracaípe. A prefeita Célia Sales e sua equipe de secretários foram homenageados pelos comerciantes com flores e quadros pintados.

 De acordo com a Seinfra, a obra custou cerca de R$ 150 mil. Cada novo boxe possui 5,20 m². Todos receberam novas instalações elétricas, piso, pintura, forro e coberta. O objetivo da Prefeitura é impulsionar o turismo e a economia local, além de valorizar o Centro de Artesanato, que hoje reúne cerca de setenta artesãos.


Entenda o caso

 Por volta das 3h do dia 3 de março de 2017, aproximadamente 20 homens encapuzados e armados explodiram os caixas eletrônicos do Banco do Brasil, e, após pegarem dinheiro, tocaram fogo nos terminais, que ficavam ao lado do Espaço de Artesanato Artur Maroja, na rua Beijupirá.

 Em seguida, na Caixa Econômica Federal, os homens invadiram a agência e deixaram o local carregando malotes.

 

Cadastre-se no WhatsApp oficial da Prefeitura do Ipojuca.

Clique AQUI e cadastre-se.