Imprensa

Prefeitura realiza emissão de alvarás de comerciantes de Camela

Fotos: Danilo Luiz/SECOM

Sair da informalidade. Foi com este objetivo que aproximadamente 30 comerciantes de bares de Camela estiveram na manhã desta quarta-feira (05) na Escola Municipal Luiz Manoel Nogueira. Na localidade, os profissionais, muitos deles sem a documentação municipal necessária para o funcionamento de seus estabelecimentos puderam receber da Prefeitura, ação realizada através das Secretarias de Meio Ambiente e Controle Urbano e Desenvolvimento Econômico o alvará provisório para o devido funcionamento.

Com esta ação, os microempreendedores poderão ter o direito a crédito em bancos além da emissão de notas fiscais. Na ocasião, profissionais do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) estiveram presentes para na unidade de ensino para ministrar uma palestra sobre o Microempreendedor Individual (MEI), ressaltando os benefícios e os deveres da formalização do MEI.

“A implementação dessa iniciativa é positiva para ambas as partes, tanto para o município quanto ao microempreendedor. Nenhum desses 30 comerciantes precisará fazer algum deslocamento ou negociação com contador para receberem seu Cadastro Nacional de Pessoal Jurídica (CNPJ). Na própria escola o SEBRAE irá realizar a formalização e entregar as documentações necessárias”, destacou o secretário de Meio Ambiente e Controle Urbano do município, Deoclécio Lira, acrescentando que o município ganhará no próximo mês de setembro uma Sala do Empreendedor, que será instalada em Ipojuca-Sede, nas proximidades do banheiro público.

“Não será mais necessário que o microempreendedor vá até a Secretaria de Desenvolvimento Econômico para obter informações sobre documentação e licenciamento. Eles terão um espaço só para eles”, ressaltou. A microempreendedora Rosa Maria Cabral, do Restaurante Carango aprovou a iniciativa. “Gostei. Muito bom. Irá facilitar a vida de muita gente”, afirmou.

SAIBA MAIS – O Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário. Entre as vantagens oferecidas por essa lei está o registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), o que facilita a abertura de conta bancária, o pedido de empréstimos e a emissão de notas fiscais.